Gruta do Lapão

A Gruta do Lapão é uma das mais raras e interessantes do Brasil, pela fato de ser constituída de rochas areníticas e conglomeráticas - ao contrário das demais, em geral de formação calcária. O rio Lapão passa por dentro da caverna. O percurso total da trilha para se chegar até a gruta, saindo de Lençóis, é de 11 km (ida e volta), com duração média de 4 horas. Não é difícil, mas é preciso ter a companhia de um guia com equipamentos adequados, como lanternas e cordas para entrar em cavernas. A parte interna da gruta totaliza 1 km 200 m, com galerias, fendas e salões. À saída encontra-se com o rio Lapão, aflorado. É possível fazer Rapel na boca da caverna, com aproximadamente 48m de altura, é um rapel com estilo negativo (sem o apoio dos pés).

Explorada pelos garimpeiros de 1845 a 1871, o Lapão era rico em diamante e carbonato. Além do desabamento natural das paredes do lençol subterrâneo por onde passa o rio Lapão, os túneis e escavações dos garimpeiros tornam a atração ainda mais perigosa. 
Aqui começa mais uma viagem ao Parque Nacional da Chapada Diamantina
Fauna e Flora


Saímos da de Salvador às 11:45 da noite e chegamos a Lençóis às 5:30 da manhã

sem destino ao relento ficamos por uns 40min na rodoviária da cidade sem saber pra onde ir, o que tornou a viagem mais gostosa ainda. 
E então encontramos uma pessoa um tanto inusitada, que além ter conseguido um canto para ficarmos virou o nosso guia, chegando lá descobrimos que havia mais quatro pessoas hospedadas que inclusive eram gringos, de países diferentes. Descansamos por 1:30min e seguimos para a Gruta do Lapão com o grupo que estava na casa.

                                     Bem equipados seguimos para os 11km de trilha
                            Muito mato, pedra e sol quente o bom é levar muita água para hidratar.
A trilha que leva à gruta do Lapão sai de Lençóis e tem cerca de 6 km -- 1 hora e 30 minutos de caminhada. Sobe-se pela serra do Lapão e parte da descida pode ser feita pelo leito do rio --apenas na estiagem. Entre os equipamentos necessários para a visita estão uma lanterna, pilha extra e um calçado que dê firmeza aos pés. 
 A vista é  realmente deslumbrante.
Esse é o grupo que dividimos a casa, pessoas super gente fina hospitaleiras e de coração puro. Kamil Meyer, Ailée Be,Caroline Ekodi, Valentim, Luciana Ramos e Igor Leal.
 Esse é um ponto de descanso com direito a água fresca.
Vídeo, parte da trilha:



 Luciana Ramos e Ricc Silva
 A ida um tanto cansativa mas as paisagens compensam.
 Nosso Guia, muito amigo. 
(no final do poste deixarei o contato)



Gruta do Lapão, a maior caverna de quartzito das Américas, com uma enorme boca de 20 m de altura. Já na entrada da Gruta é espantoso a escuridão. A melhor época para visitar o Lapão é de março a dezembro. A companhia de um guia que conheça bem a região é indispensável. O som metálico ouvido na gruta do Lapão denuncia sua origem. Diferentemente da maioria das cavernas da Chapada Diamantina, que são de rocha calcária, o Lapão é uma gruta de quartzito e rica em ferro - daí o ruído.   
 Entrada da Gruta do Lapão

 Não tente se aventurar sem um guia especializado, 
do inicio ao fim não se tem luz a não ser a da sua lanterna.
 
Como lanternas e cordas para entrar em cavernas, a parte interna da gruta totaliza 1km200m.
Grupo reunido na Gruta do Lapão.
Um capacete de proteção também é indispensável.
Em 1:20min andando no escuro encontramos a luz da saída.


Cansado, paramos para apreciar a beleza e fazer um lanche.
 Fim da Gruta Do Lapão.
Seguindo viagem com mais 5km de volta, passamos por riachos e cachoeiras.
Nada como uma água fria para refrescar depois de uma longa caminhada.
Depois de um bom e gostoso banho, voltamos a bater perna. 


 É com essa imagem que me despeço de você.

Agradecimentos: A Deus, por me dar forças e coragem de realizar os meus desejos
a minha prima Luciana e ao seu namorado Igor que topou fazer parte da minha loucura
e aos amigos que ali encontrei e até hoje guardo boas lembranças.

Dicas de Guia/Hospedagem:
Guia: (75) 9957-2170