Trekking Ecológico


 Guia Lúcio Moura
Na minha última trilha contratei um guia da agência Aventurismus da Chapada Diamantina e com ele aprendi algumas dicas de educação ambiental que vou levar comigo e também quero compartilhar com todos vocês aventureiros.

Além de guia Lúcio é voluntário brigadista, pronto para apagar incêndios inesperados da região, uma pessoa de coração humilde como poucas que conheço no mínimo um guia excelente. Visando sempre a preservação do Parque Nacional da Chapada Diamantina (PNCD) aprendi algumas dicas na preservação das trilhas e da natureza.


Escovar os dentes,  parece ser simples quando se tem um rio, riacho, cachoeira e etc. Aprendi que mesmo na água corrente não é correto escovar na beira do leito, o correto é pegar um caneco com água e escovar os dentes fora do leito e jogar o excesso de pasta  da boca sempre em algum ambiente de areia longe das pedras, assim evitaremos mancha-­las e sujar as águas que mais adiante outros possam consumir sem nenhum resíduo.

Para fazer nossas necessidades ele me deixou algumas dicas simples e ecológicas, como por exemplo, não defecar na beira do rio, em pedras, fazer no saco (famoso balão) ou até mesmo no mato, o mais ideal é levar uma pá que não vai pesar em nada na mochila e procurar um local que possa ser cavado no mínimo um palmo e aí sim podemos nos aliviar e depois taparmos enterrando junto o papel usado.
O modo correto de "ir no mato"
Banho, parece nojento e sujo, mas a depender do tempo que ficarmos no mato e ideal é não levar shampoo, condicionador até mesmo sabonete, devemos levar em consideração que durante a trilha bebemos a água dos rios, cachoeiras e riachos e quanto mais preservarmos melhor a qualidade da água e da nossa saúde.
água limpa é sinal de saúde.
E lembre-se! Leve contigo somente o que é seu, deixe as plantas e animais da região onde estão! Afinal é muito tentador ver uma orquídea e não querer levá-la. 

Ricc Silva e Lúcio Moura

Boa Trekking!