Review faca Columbia A0022

Comprei essa faca por 40 reais no Mercado Livre por acha-la atraente e barata. Mesmo sabendo que a qualidade poderia ser duvidosa, resolvi arriscar.
A faca é essa do vídeo abaixo. Possui 5 pol de lâmina, 3mm de espessura (medi 3,3mm), cabo de madeira, é full tang e a lâmina é de aço carbono 440 segundo o vendedor.


Como o vendedor assegurou que a faca resiste a guerras, caos e apocalipse zumbi, me convenci a compra-la. hehehe
Na verdade, para o mato sempre preferi carregar meu facão Tramontina e meu canivete suíço. Ocasionalmente estou trocando o canivete por uma faca de pescoço Azteq que adquiri recentemente.
Ha alguns meses comprei essa faca Tramontina Commander (foto abaixo) e comecei a testa-la para bushcraft, mesmo sabendo que ela é uma faca específica para combate/sobrevivência. Para bushcraft achei 7 pol muito grande e desajeitada, principalmente para fazer entalhes e trabalhos mais precisos. Então optei por testar essa de 5 pol.


Em casa testei seu fio (veio bastante afiada) e fiz entalhes para bow drill sem nenhum problema. Gostei do formato da lâmina, da pegada e do peso. Me pareceu bem robusta. Chegando no sitio em Lauro de Freitas catei umas seriguelas e aproveitei uma mangueira caída para fazer um teste mais pesado.


Peguei um galho seco e bem duro, fui para a sombra porque o sol estava de lascar, e comecei a parti-lo. Não foi fácil. Não sabia que mangueira tinha uma madeira tao dura. O cabo que eu antes havia elogiado, me pareceu muito quadrado e começou a machucar minha mão  Peguei uma luva e ele ficou escorregadio demais. Por isso prefiro cabo emborrachado ou sintético. Cortei até metade e terminei o trabalho com um facão antes que me surgissem bolhas.


Coloquei a tora na vertical e martelando com outro galho comecei a racha-la. Que madeira dura é essa? Bati até quebrar o galho/martelo. Como a largura do galho era a mesma da lâmina, coloquei na posição de ponta e continuei (com outro galho) como se estivesse martelando um prego.


A faca ficou igual a espada do rei Arthur. Aproveitei para testar a flexibilidade, torção e resistência lateral da lâmina. Até que uma parte do cabo se soltou. O pino que (deveria) segura a parte do cabo era mero enfeite (e encaixe). O que segurava era apenas cola. E como são quatro partes separadas, não é nada resistente. Fiquei até surpreso que o fundo (onde bati mais) também não se soltou.






O fio dela, por incrível que pareca, continuou bom. Não mais bastante afiado mas bem afiado. O aço, mesmo que eu não tenha testado excessivamente, me pareceu satisfatório. A faca peca no acabamento, como quase tudo chinês. Vou tentar colocar dois pinos no cabo que realmente sejam funcionais, além da cola. Outra opção seria mudar esse cabo, já que não gostei por ser de madeira e muito quadrado. Apesar disto ainda acho o custo beneficio bom e gostei muito do formato da lâmina. A faca tem um equilíbrio interessante e é bonita.

Fiz o teste de bater uma faca na outra tanto com a faca Commander quanto com o facão (ambos Tramontina) e o resultado foi bom. A marca ficou parecida em ambos os teste, o que mostra que a dureza é bem parecida.

Esqueci de falar da bainha. É péssima. Logo que recebi pelo correio, puxei pela alca que trava a faca e parti o nylon da parte posterior que segurava essa mesma alça. A bainha é feita de nylon forrada internamente com uma espuminha muito frágil.  Até uma faca de cozinha merecia uma bainha melhor. Ao menos lembraram de colocar um plástico internamente pra protege-la da lâmina. Coloquei uma tira de borracha de câmera de pneu no alto dela, para segurar melhor a faca.


Espero que esse review seja útil para alguém. Foi divertido faze-lo!

Um fato curioso que ocorreu na minha volta, foi que ouvi um barulho de um bicho grande (pelo menos fez muito barulho) no mato. Senti também aquele cheiro de animal do mato. Achei que fosse uma raposa. Peguei a câmera e fui devagar naquela direção, tentando não fazer barulho, e vi uma cutia. Ela me viu e correu. Continuei bem devagar atrás dela até que ela parou debaixo de uma mangueira e deu pra eu tirar essa foto antes que ela resolvesse desaparecer. A foto não ficou muito boa mas vale o registro. Ainda mais sendo a primeira vez que eu vejo esse animal nessa área.


Contribuição: AAF